Elmord's Magic Valley

Software, lingüística e rock'n'roll. Sometimes in English.

Trivia etymologica #3: -ães, -ãos, -ões

2017-08-17 13:29 -0300. Tags: lang, etymology

Em português, palavras terminadas em -ão têm três possíveis terminações de plural diferentes: -ães (cão → cães), -ãos (mão → mãos) e -ões (leão → leões).

Como é que pode isso?

Esse é mais um caso em que olhar para o espanhol pode nos dar uma idéia melhor do que está acontecendo. Vamos pegar algumas palavras representativas de cada grupo e ver como se comportam os equivalentes em espanhol:

Singular Plural
Português Espanhol Português Espanhol
-ães cão can cães canes
capitão capitán capitães capitanes
alemão alemán alemães alemanes
-ãos mão mano mãos manos
irmão hermano irmãos hermanos
cidadão ciudadano cidadãos ciudadanos
-ões leão león leões leones
nação nación nações naciones
leão león leões leones

O que nós observamos é que em espanhol, cada grupo de palavras tem uma terminação diferente tanto no singular (-án, -ano, -ón) quanto no plural (-anes, -anos, -ones), enquanto em português, todas têm a mesma terminação no singular (-ão), mas terminações distintas no plural (-ães, -ãos, -ões). A relação entre as terminações no plural em espanhol* e português é bem direta: o português perdeu o n entre vogais (como já vimos acontecer no episódio anterior), mas antes de sair de cena o n nasalizou a vogal anterior, i.e, anes → ães, anos → ãos, ones → ões.

Já no singular, as três terminações se fundiram em português. O que provavelmente aconteceu (e eu preciso arranjar mais material sobre a história fonológica do português) é que o mesmo processo de perda do n + nasalização ocorreu com as terminações do singular (i.e., algo como can → cã, mano → mão, leon → leõ), e com o tempo essas terminações se "normalizaram" na terminação mais comum -ão. Como conseqüência, o singular perdeu a distinção entre as três terminações, enquanto o plural segue com três terminações distintas.

_____

* Tecnicamente eu não deveria estar partindo das formas do espanhol para chegar nas do português, mas sim partir da língua mãe de ambas, i.e., o dialeto de latim vulgar falado na Península Ibérica. Porém, nesse caso em particular o espanhol preserva essencialmente as mesmas terminações da língua mãe, então não há problema em derivar diretamente as formas do português a partir das do espanhol.

Comentários (3)

Étienne de Vignnolles, dit La Hire, 2017-08-22 18:48:33 -0300 #

1) https://youtu.be/wAYVGEnigKI?t=7

2) Existe algum registro confiável do latim vulgar ibérico escrito?

3) Buscad "conversa incorrupta" http://purl.pt/24847/4/tr-4552-p_PDF/tr-4552-p_PDF_24-C-R0150/tr-4552-p_0000_1-338_t24-C-R0150.pdf (que waior excelência!)

4) Se tiver coragem: http://objdigital.bn.br/acervo_digital/div_obrasraras/or633602/or633602.html#page/9/mode/1up


Vítor De Araújo, 2017-10-16 09:21:31 -0200 #

Vejam só uma peculiaridade que acabei de descobrir:

https://www.priberam.pt/dlpo/ver%C3%A3o

"Plural: verãos ou verões."

'Verãos' seria a forma etimologicamente esperada (cf. 'verano' em espanhol), mas em algum momento a forma 'verões' deve ter se tornado mais comum.


Vítor De Araújo, 2017-10-16 09:29:01 -0200 #

Outra curiosidade não-relacionada no verbete:

"verão de S. Martinho
• Tempo quente nos dias à volta do dia 11 de Novembro."

Aparentemente é o equivalente europeu do veranico de maio.


Nome:
Site: (opcional)
Resposta: (digite o número quarenta e dois / enter the number forty-two)

Main menu

Posts recentes

Comentários recentes

Tags

comp (114) prog (51) life (44) unix (32) random (27) lang (27) about (24) mind (22) mundane (21) pldesign (20) in-english (19) lisp (17) web (17) ramble (15) img (13) rant (12) privacy (10) scheme (8) freedom (8) lash (7) music (7) esperanto (7) bash (7) academia (7) home (6) mestrado (6) shell (6) conlang (5) copyright (5) misc (5) worldly (4) book (4) php (4) latex (4) editor (4) politics (4) etymology (3) wrong (3) android (3) film (3) tour-de-scheme (3) kbd (3) c (3) security (3) emacs (3) network (3) poem (2) cook (2) physics (2) comic (2) llvm (2) treta (2) lows (2) audio (1) wm (1) philosophy (1) kindle (1) pointless (1) perl (1)

Elsewhere

Quod vide


Copyright © 2010-2018 Vítor De Araújo
O conteúdo deste blog, a menos que de outra forma especificado, pode ser utilizado segundo os termos da licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International.

Powered by Blognir.